fundo_cemh.jpg

O que é cohousing

COHOUSING, UM MODO DE VIDA
 

Todo mundo já pensou, pelo menos uma vez na vida, em morar próximo a pessoas amigas e ter mais tempo livre para desfrutar com elas as boas coisas da vida. 
 

Cohousing (do inglês collaborative housing) é o que a expressão diz: uma comunidade residencial colaborativa para pessoas com valores comuns e muita disposição para construir e compartilhar bons momentos e dividir tarefas para tornar a vida mais leve, simples e econômica. A partir da pandemia de 2020, a ideia de formar esse tipo de comunidade intencional, apostando na solidariedade e no apoio mútuo, com pessoas motivadas pelo mesmo ideal, passou a ser ainda mais atraente.
 

Ao contrário de coliving, em que pessoas dividem a mesma casa com a perspectiva de dividir custos, em cohousing, além de ter garantida sua privacidade nas residências individuais, a comunidade tem uma Casa Comum, onde você pode compartilhar a sala de estar, o refeitório com cozinha, a oficina coletiva e outros espaços. 

Quem não se anima ao pensar em almoçar ou jantar com os amigos vizinhos em um grande refeitório, bem ao lado de casa?  Bater papo ou caminhar em boa companhia com toda a segurança, ou para quem gosta, cuidar da hortinha e do jardim das áreas comuns?  Mas de onde vem exatamente essa ideia, que nos últimos anos tanto mobiliza corações e mentes Brasil afora? 
 

Cohousing, como uma proposta multigeracional, surge na Dinamarca no final dos anos 1960 quando um grupo de pessoas percebe que sua qualidade de vida seria muito melhor se estivessem morando próximas, cada uma na sua casa, mas com espaços e áreas comuns de convivência. Esse modo de viver tem algo de alternativo, herdado da cultura hippie e seus ideais de paz, amor e fraternidade, mas adaptado aos tempos atuais e às comodidades da vida contemporânea.
 

Em 1987, tb na Dinamarca, é inaugurada a primeira cohousing sênior. Desde então, cada grupo inventa o seu estilo de cohousing, seja sênior ou multigeracional, com uma diversidade de pessoas solteiras ou casadas, com ou sem filhos. 

Vários grupos já estão organizados no Brasil trabalhando para concretizar seus projetos de cohousing.
 

Que tal embarcar também nesse sonho de um novo modo de viver?
 

Este site tem por objetivo ajudá-lo a conhecer e viabilizar esse projeto inteligente. 

 

ENTENDENDO O QUE É COHOUSING

Cohousing é uma comunidade residencial intencional, cujo projeto é elaborado com a participação dos próprios moradores.
 

É formada por pessoas que decidem morar em um mesmo ambiente físico, com as qualidades tradicionais de uma vizinhança segura, em que os moradores desfrutam de apoio mútuo, solidariedade e independência. 

O terreno, as construções e as demais benfeitorias constituem-se em meios de integração e convívio entre todos os moradores, permitindo e promovendo uma vida comunitária intensa, sem impedir que cada morador desfrute de tanta privacidade quanto queira em sua residência.

 

CARACTERÍSTICAS ESSENCIAIS DE COHOUSING

 

Segundo o arquiteto Charles Durrett, toda cohousing possui, em comum, seis características essenciais: 

  1. Processo participativo: Os moradores participam do planejamento e do projeto arquitetônico, assim como ajudam a organizar a administração e manutenção da comunidade constituída; são também responsáveis, como grupo, pelas decisões finais.
     

  2. Projeto intencional de vizinhança: O projeto físico estimula um forte senso de comunidade.
     

  3. Instalações comuns: As áreas comuns constituem-se em meios de integração e convívio diário entre os moradores e são projetadas para complementar as residências privadas, que, por isso, podem ser mais compactas.
     

  4. Gerenciamento pelos moradores: Cohousing é gerenciada pelos moradores, que tomam decisões de interesse comum nas reuniões comunitárias.
     

  5. Estrutura não hierárquica: As responsabilidades pelas decisões são compartilhadas por todos os moradores.
     

  6. Recursos financeiros pessoais e independentes: Cohousing não é fonte de recursos financeiros para seus moradores; estes administram e mantêm seu patrimônio e seus rendimentos de maneira independente.